Política Americana

Entendendo o Pilar da Civilização Ocidental

60 horas
15 Módulos
1.656 Students
15 Módulos

Política Americana

Política Americana

Este conteúdo é protegido, por favor faça o login na sua conta para ver o conteúdo da aula.

Comentários (43)

  1. Avatar
    HENRI CATTARUZZI

    Como clareou, o gráfico diz tudo ! Opinião, chega do sistema proporcional no Brasil, a favor do voto distrital puro, com mais de 30 partidos, acho impraticável um modelo misto, vai ficar confuso demais, adendos, exceções, manutenção do quociente eleitoral, ….. não ! Independente do partido, se de esquerda ou direita, mais radical para um lado ou outro, não via importar, vai receber pressão da região em pró do bem comum.

  2. Avatar
    Marina London

    Ana adorei o video! So uma duvida: Vc fala que os Eleitores sao apontados pelo Estado. Quem aponta? Obrigada

    1. Avatar
      Ana Paula Henkel

      Oi Marina! Cada partido determina seu próprio método de seleção de eleitores.

  3. Avatar
    Lucas Minotti Bienert

    Ana, o curso está excelente. Obrigado por todo conteúdo entregue. Agora a forma como as coisas funcionam nos EUA estão fazendo sentido agora. É um país fantástico. Continue com o ótimo trabalho. Abraço

  4. Avatar
    Ana Paula Kel

    Muito esclarecedor! Obrigada

  5. Avatar
    Loicy Demari

    Muito bom este esclarecimento!
    Realmente seria fantástico se pudéssemos ter este tipo de eleição no Brasil.. Aliás, porque não temos??

  6. Avatar
    Ezio Henrique Zilse

    Esse sistema é inteligente e genial….Tira o peso de politicas assistencialistas como por ex. o bolsa familia aqui no Brasil,que nada mais é do que um cabresto eleitoral.
    Tenho varios conhecidos brasucas que moram na Florida , mas não entendem nada de nada e falam muito mal desse sistema.Aquela velha historia…sairam do Brasil mas o Brasil não saiu deles….

    1. Avatar
      Ana Paula Henkel

      Exatamente, Enzo.

      1. Avatar
        Ana Paula Henkel

        Ezio! Corretor…

  7. Avatar
    Ezio Henrique Zilse

    Ana ,por favor,como curiosidade ,fale sobre o que mais eles votam nessas eleições…..Já li que eles votam em muitas questões regionais tb nas eleições…..Seria nessa ou nas eleições de meio de mandato???

    1. Avatar
      Ana Paula Henkel

      Depende. De quais eleiçoes vc fala?

      1. Avatar
        Ezio Henrique Zilse

        Já ouvi dizer que junto nos ballots de votação ,os eleitores votam sobre leis locais…Seriam nas eleições de prefeitos e deputados estaduais???

        1. Avatar
          Ana Paula Henkel

          Sim! Na cédula em 3 de novembro (que na verdade é um livrinho) onde votaremos para presidente haverá tbm uma série de proposições de leis locais (as PROPOSITIONS) que vão desde control de aluguel a pesquisas de células-tronco, com uma variedade gde dependendo do condado. Haverá tbm nomes de juízes, procuradores e xerifes que são eleitos em muitos condados, assim com alguns membros do congresso.

  8. Avatar
    Caroline Sandin

    Já passou da hora de termos a reforma política, voto distrital, sem obrigatoriedade .

    1. Avatar
      Ana Paula Henkel

      Voto distrital, sem obrigatoriedade. Sonho!

  9. Avatar
    Zilda Aparecida Calixto Baroni

    Excelente

  10. Avatar
    Fernanda Martinez Rossi

    Oi Ana, as aulas estão incríveis! Muito obrigada. Uma pergunta, como é a escolha dos Eleitores pelo Estado? Outra duvida, o voto nao é obrigatório para o cidadão. Como você vê este ponto? Muito obrigada. Um abraço, Fernanda

    1. Avatar
      Ana Paula Henkel

      Oi Fernanda, cada partido determina seu próprio método de seleção de eleitores e isso varia de estado para estado. Mesmo dentro do mesmo partido, os comitês partidários estaduais têm autonomia para essas decisões. O voto dos cidadãos não é obrigatório, correto. Eu prefiro que seja assim. Não está convencido, acha que não está preparado para votar, não quer votar, não vota. Isso coloca a autonomia e poder no INDIVÍDUO, não no político. Quer o meu voto? Me convença a sair de casa para votar em vc!

      1. Avatar
        Fernanda Martinez Rossi

        Claríssimo! Muito obrigada pelo curso. Estou fazendo com o meu filho de 13 anos e estamos muito motivados com o conteúdo e sua forma de transmití-lo 🙂

        1. Avatar
          Ana Paula Henkel

          Feliz em ler isso!!

  11. Avatar
    Flávia Schütz

    Perfeito!!!! Entendi tudo!!!! Como podem querer abolir um sistema perfeito, que leva em consideração a vontade de todos de maneira igualitária!!!!

    1. Avatar
      Ana Paula Henkel

      Dificil entender…o colégio eleitoral não deixa o político refém de nenhuma região e nenhuma região refém de político, mais uma vez, a liberdade falando mais alto.

      1. Avatar
        CLAUDIO Quintino

        Esta frase é a mais perfeita SÍNTESE.

  12. Avatar
    Guilherme Balastreire

    Ana, os delegados exercem alguma função nas eleições ou servem apenas para personificar a escolha dos Estados?

    1. Avatar
      Ana Paula Henkel

      Oi Guilherme! Cada partido em cada estado determina essas funções.

  13. Avatar
    Douglas Duarte de Sousa

    Boa noite.
    Sobre o texas, como ele é considerado republicano com menos de 40% de eleitores desse partido. O restante vota nulo? ou vota em partidos independentes?

    1. Avatar
      Ana Paula Henkel

      Independentes ou não estão registrados. Esses são números apenas de eleitores que registram sua filiação partidária. [E considerado republicano por causa dos resultados das eleições para governador e presidente. De 1872 a 1976, o Texas se tornou democrata na grande maioria das eleições, mas mudou em 1980, e o Texas ficou do lado dos republicanos desde então. Ter um Bush na cédula a cada eleição de 1980 a 2004 (exceto 1996) ajudou a tornar o Texas um estado “vermelho” confiável, já que a famíia Bush é de lá.

      1. Avatar
        Patricia Ines Marques

        Oi Ana! Poderia nos explicar como funciona essa questão de registrar sua filiação partidária? A cada censo também é colhida a informação a respeito do partido em que a pessoa vota?

  14. Avatar
    Betânea Garcia de Assis Castilho

    Ana Paula uma dúvida, o colégio eleitoral vai votar de acordo com o voto popular? Eu entendi que os delegados elegem o candidato atravéz do voto popular é isso?

    1. Avatar
      Ana Paula Henkel

      Sim. O voto popular no estado decide quem leva os delegados daquele estado. Em 2016 Hillary ganhou no voto popular na California, então ela leva os 55 delegados do colégio eleitoral. Quem ganha no voto popular no ESTADO, leva os DELEGADOS daquele estado. Quem chega em 270 é eleito presidente.

  15. Avatar
    FERNANDA LIMA

    Parabéns pela didática Ana. Nunca havia entendido esse sistema. Os gráficos ajudaram muito. Você é uma pessoa admirável. Estou amando cada segundo desse curso.

  16. Avatar
    Cleber Modesto

    Olá Ana Paula,
    Minha dúvida está relacionado a forma de eleição dos presidente no modo distrital.
    1- a quantidade de delegados
    que elegerão o presidente, escolhidos em cada estado são na mesma quantidade dos deputados que estão no congresso?
    2- Os delegados de cada estdos podem ser os mesmos deputados do congresso ou necessariamente devem ser outras pessoas?
    Obrigado

  17. Avatar
    Monique Luna

    Ana, o voto da população interfere no resultado final ?

    1. Avatar
      Heduan Pinheiro

      A sua pergunta não ficou tão clara… Não dá para entender exatamente o que você quer saber. Mas é justo o voto da população que vai definir que leva os votos no colégio eleitoral. Então sim, o resultado final depende da população.
      Mas justamente devido a esta regra do Winner takes all, nem sempre aquele candidato que recebe a quantidade maior de votos no total, acaba ganhando. Como foi o caso do Trump contra a Hillary. Ela ganhou na soma dos votos totais, mas perdeu na soma dos votos no Colégio Eleitoral.

  18. Avatar
    Josiani cristini dos santos Galdino

    Sensacional! Agora sim entendi o sistema! Obrigada Ana!

  19. Avatar
    Wellideisy Sousa

    Esclarecedor e fascinante! Que sonho seria termos esse sistema eleitoral aqui no Brasil. Com toda certeza não estaríamos nessa situação que a MAIORIA nos colocou há 13 anos.

  20. Avatar
    Beatriz Salumoni

    Oi, Ana! Sobre as convenções partidárias, elas são uma espécie de horário político como é qui no Brasil? É obrigatório as emissoras de televisão transmitirem?

  21. Avatar
    Maria cristins Ielo Souza Coutinho

    Oi Ana. Estou atrasada; mas estudando com calma cada capítulo. Você disse que dos 50 estados só 2 não seguem a regra “winner takes All”. É o distrito de Columbia? Também não entendi porque em Rhode Island 4 votos vão para democratas e 4 para republicanos? Obrigada. Bj

    1. Avatar
      Heduan Pinheiro

      Não sei responder sobre o Distrito de Colúmbia, mas o caso de Rhode Island ela apenas usou como exemplo. Acredito que você tenha entendido errado. Lá é como qualquer outro dos 48 estados que seguem a regra Winner takes all. Rhode Island tem apenas 4 votos dentro do colégio eleitoral. O partido que ganhar, leva os 4 votos.

  22. Avatar
    Malu Arruda

    Entender como funciona o colegio eleitoral nos USA, foi uma das principais razões que fiz entrar em seu curso. Obrigada.
    A primeira coisa a ser mudada no Brasil, no meu entendimento, é a obrigatoriedade do voto. Ninguém deveria ser obrigado a votar. Com relação ao seu questionamento, acredito que já passou da hora de fazermos uma reforma política, mas essa reforma política, infelizmente, não depende apenas dos politicos de ocasião, depende principalmente dos brasileiros… é preciso saber escolher os candidatos e deixar a hipocrisia de lado, nada de votar em politicos semi analfabetos, como o Lula por exemplo. Precisamos de pessoas preparadas, cultas, que saibam a importancia da função que vão exercer e que amem o Brasil.

  23. Avatar
    Cintia Mayer

    Oi Ana, depois dessas eleições, provavelmente terá que mudar a parte em que fala que existe uma dificuldade de fraude nas eleições. Triste né.???

    1. Avatar
      Heduan Pinheiro

      Pelo que entendi na fala dela, não é que existe uma dificuldade de fraude, pois fraudes sempre existiram e sempre vão tentar fraudar de alguma forma, mas o principal é que as fraudes fica, limitadas ao Estado no qual a fraude foi identificada. Desta forma, não deslegitima a votação como um todo no resto do país. Se fosse sem o colégio eleitoral, ou da forma como é o modelo brasileiro, aí sim a fraude acaba por corromper todo o sistema uma vez que você não consegue com clareza identificar em qual local a fraude ocorreu e como limitar o poder da sua dimensão.

  24. Avatar
    Heduan Pinheiro

    Ana ou quem puder esclarecer.
    Esta meta de 270 votos (que representa metade + 1) faz sentido quando só dois partidos estão levando os votos do colégio eleitoral. Mas e quando um terceiro ou um quarto começarem a ter somas suficientes para ganhar nos Estados? O partido Libertário por exemplo, sempre está na rabeira alí, em terceiro lugar, mas pode acontecer de logo logo levar todos os votos de um dos Estados.
    Coo ficará esta soma de metade + 1? Pois a partir de um momento a maioria absoluta já não será mais formada. A conta será outra? Como está prevista a contabilização para a vitória? Quem leva a maior quantidade de votos ganha? Haverá um segundo turno entre os dois mais votados?

Deixe seus comentários

Selecione os campos a serem mostrados. Outros estarão ocultos. Arraste e solte para reorganizar a ordem.
  • Image
  • SKU
  • Rating
  • Price
  • Stock
  • Availability
  • Add to cart
  • Description
  • Content
  • Weight
  • Dimensions
  • Additional information
  • Attributes
  • Custom attributes
  • Custom fields
Compare
Wishlist 0
Open wishlist page Continue shopping